Três dos principais sítios com arte rupestre paleolítica conhecidos na área do Parque são a Canada do Inferno, Penascosa e a Ribeira de Piscos. Estes encontram-se em pleno vale do rio Côa, acessíveis apenas por caminhos de terra batida.

Apesar destes locais se encontrarem no mesmo parque natural são visitados em função da melhor luminosidade natural para a observação das gravuras, de forma a potenciar ao máximo a sua visualização, sendo que a Canada do Inferno e da Ribeira de Piscos são visitados durante a manhã, e a Penascosa é visitado à tarde.

Devido aos vários graus de dificuldade e de luminosidade não é possível visitar mais que dois sítios com gravuras num dia.

 

USAR
Roupa e calçado confortável e apropriado à época do ano e condições climatéricas. 
No verão é recomendado que cada visitante leve protetor solar, chapéu e água. 
No inverno é recomendado que cada visitante leve impermeável.

PREÇO

Desde 15€ por pessoa.

TERMOS & CONDIÇÕES

Para mais informações por favor contacte nos.