Uma manhã ou um dia
Duração
Abril, Maio, Junho, Julho, Agosto, Setembro, Outubro
Época
Centro
Localização

O distrito de Santarém corresponde praticamente com a região do Ribatejo. O Ribatejo fértil da Lezíria do Vale do Tejo, da cultura equestre e dos principais momentos da história de Portugal em que Santarém esteve sempre presente. Mas também das zonas mais montanhosas e sinuosas a norte do distrito, de características muito diferentes. Apelidada de “Capital do Gótico”, a cidade de Santarém é um “Livro de Pedra” (Almeida Garrett) com múltiplas igrejas e templos carregados de História, rodeados pelas muralhas medievais da cidade, mais expressivas no Jardim das Portas do Sol, com vistas magnifícas sobre o Tejo e a Lezíria. Os misteriosos cavaleiros da Ordem dos Templários deixaram também por aqui uma herança notória, com expressão mais evidente em Tomar e, na vertente espiritual, Santarém é uma região central nos itinerários das peregrinações a Fátima e a Santiago de Compostela. A gastronomia, os vinhos e o cavalo têm aqui demonstrações relevantes, reflectidas nos eventos de nível nacional e nos produtos afamados. E se tudo isto já identifica bem Santarém, vamos então até perto de Rio Maior experimentar os vários aspectos associados à vida dos Salineiros das Marinhas de Sal Gema, desde o “regar o talho”, a feitura dos “montinhos” piramidais de sal, até à colheita da flor de sal, com possibilidade de escolher e embalar o próprio sal. 

INCLUÍDO
Acesso a ferramentas, cha+éu e calçado apropriados para as tarefas necessárias;

MINÍMO E MÁXIMO DE PARTICIPANTES

2 a 10 participantes;

 

TERMOS & CONDIÇÕES

O preço pode variar consoante o número de participantes;

Disponibilidade: Só se realiza a partir de Abril/Maio, quando as chuvas cessam e se dá início à produção de sal.